Beato Zenóbio Kovalyk


Zenóbio Kovalyk nasceu no dia 18 de agosto de 1903, em Ivatsciv Horiscnij (Ternopil). Entrou para a Congregação Redentorista, no dia 28 de agosto de 1926. Foi ordenado sacerdote no dia 9 de agosto de 1932.

A partir de 1932 desenvolveu seu apostolado missionário entre os ortodoxos, em Volynia. Em 1939 foi enviado a Lviv, onde exerceu o cargo de ecônomo da comunidade e do bispado de Lviv. Foi também confessor assíduo e pregador famoso.

Foi preso pelos bolchevistas na noite de 20 de dezembro de 1940 e colocado numa prisão de Lviv. Durante os seis meses de prisão passou por 28 interrogatórios. Quando, no dia 29 de junho de 1941, a cidade de Lviv foi tomada pelas tropas alemãs e as prisões foram abertas, numa delas foi encontrada uma grande quantidade de cadáveres massacrados, com sinais de tortura.

O avançado estado de decomposição dos cadáveres não permitiu aos confrades encontrar o corpo do padre Kovalyk. Conforme algumas testemunhas do processo de beatificação, ele foi crucificado na parede do corredor da prisão. Os documentos oficiais das autoridades soviéticas dizem que foi fuzilado junto com outros prisioneiros, em junho de 1941.

No dia 24 de abril de 2001, no Vaticano, na presença do Papa João Paulo II, foi promulgado o Decreto sobre o Martírio de 5 redentoristas, 4 ucranianos e 1 da República Tcheca. Entre eles estava o beato Zenóbio Kovalyk.


Liturgia Diária

Bíblia On-Line

Avisos da Semana

Santo do Dia

Dizimistas


Calendário de Eventos

Calendário
« DEZEMBRO 2017 »
S T Q Q S S D
27 28 29 30 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31