Pastoral dos Coroinhas e Cerimoniários


A Igreja Católica Apostólica Romana é uma Igreja Ministerial; isto é, uma Igreja onde existem muitos serviços a serem realizados. Muitas pessoas sentem-se chamadas a prestar algum tipo de serviço à comunidade cristã, participando de algum tipo de ministério. É assim que acontece, também, com as crianças e adolescentes que se sentem chamados a serem acólitos.

Os Coroinhas não são apenas enfeites. Eles servem o altar, acompanham o celebrante, cantam, rezam, participam. Eles desempenham um ministério (serviço) muito importante durante as celebrações litúrgicas.

O Coroinha, através deste ministério, é chamado a participar da Igreja e assumir um compromisso com a comunidade.

O Coroinha tem como missão fundamental auxiliar nas celebrações eucarísticas e nos demais serviços da comunidade. Dá testemunho da radicalidade do amor de Deus que chama a muitos como outrora ao jovem Samuel, a Tarcísio, à Maria Goretti a dar sua contribuição na construção do Reino de Deus no ambiente onde está inserido, seja na família, no grupo de Coroinhas, na comunidade, na escola, etc.

Por atuar diretamente nos serviços do altar e da comunidade o Coroinha também tem por missão, o zelo pela comunidade como ambiente de oração, favorecendo a oração comunitária e o bom ambiente celebrativo, além de defender a Eucaristia, a exemplo de seu padroeiro São Tarcísio.

Por atuar diretamente nos serviços do altar a espiritualidade central do Coroinha é a espiritualidade eucarística. O Coroinha, em cada celebração eucarística, torna-se pequeno guardião e defensor da sacralidade da Eucaristia. É chamado a dar testemunho da presença real de Cristo na Eucaristia e das bênçãos que Ele derrama em sua Igreja. A piedade, a oração, a adoração a reverência e gosto pelos demais sacramentos também são marcas da espiritualidade que o Coroinha deve cultivar em sua vida

Diferença Entre Acólitos, Coroinhas e Cerimoniários

O ACÓLITO é instituído para o serviço do altar e auxiliar o sacerdote e o diácono. Compete-lhe principalmente preparar o altar e os vasos sagrados, e, se necessário, distribuir aos fiéis a Eucaristia, da qual é ministro extraordinário." (IGMR, §98)

ACÓLITOS E COROINHAS têm as mesmas funções, exceto a distribuição da comunhão (a não ser que o coroinha seja também ministro extraordinário).

O CERIMONIÁRIO, o mestre de cerimônias, é que prepara e dirige, em sintonia com o presidente e com os demais responsáveis, a celebração. Deve ser conhecedor da sagrada liturgia e ao mesmo tempo, deve saber como devem sem organizadas as celebrações. (cf. §34, Cerimonial dos Bispos)

Oração a São Tarcísio

 

 

Glorioso São Tarcísio, mártir da Eucaristia, puro e humilde de coração, rogo pela pureza de minha pobre alma e de meu corpo. Por vossa angélica pureza, mártir de Cristo, rogo-vos que intercedais por mim ante o Cordeiro Imaculado, Jesus Cristo, e ante sua Mãe Santíssima, a Virgem das Virgens, e que me preserveis de todo o pecado mortal.

Glorioso São Tarcísio, não permitais que eu seja manchado com alguma mancha de impureza, mas, quando me virdes em tentação ou perigo de pecar, afastai do meu coração todos os pensamentos e afetos imundos e, despertando em mim a lembrança da eternidade e de Jesus Cristo crucificado, imprimi profundamente em meu coração o santo sentimento do temor de Deus. Inflamai-me no amor divino, para que, imitando-vos aqui na Terra, mereça gozar de Deus convosco no céu. Amém

 



Liturgia Diária

Bíblia On-Line

Avisos da Semana

Santo do Dia

Dizimistas


Calendário de Eventos

Calendário
« JUNHO 2017 »
S T Q Q S S D
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2